Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2018

Há 22 Anos Estreava SALSA & MERENGUE #72

Imagem
Em 1996 Miguel Falabella estreou na TV como autor de novelas. Sua primeira incursão como novelista se deu ao lado de Maria Carmem Barbosa com Salsa & Merengue. A trama das 19 horas teve 185 capítulos e contou com a colaboração de Jane Santos e a direção de Wolf Maya, Maurício Farias, Cininha de Paula, Luciano Sabino e Ignácio Coqueiro, e a supervisão de texto de Gilberto Braga. Seu primeiro capítulo foi ao ar em 30 de Setembro, completando hoje 22 anos de estreia. Sucedeu Vira Lata e antecedeu Zazá.

A elegante e rica Bárbara (Rosamaria Murtinho) dá à luz um filho morto, mas não chega a receber a má notícia. Guilherme (Walmor Chagas), marido dela, troca o corpo da criança por um bebê cuja mãe é muito pobre e não tem condições de criar o filho. Depois de 30 anos, Eugênio (Marcello Antony), o menino trocado, sofre uma contaminação por mercúrio, desenvolve leucemia e precisa de um transplante de medula urgente. Mas a cirurgia só poderá ser realizada com a doação de um parente consang…

Há 8 Anos Terminava ESCRITO NAS ESTRELAS #71

Imagem
Escrita por Elizabeth Jhin com colaboração de Eliane Garcia, Lílian Garcia, Denise Bandeira e Duba Elia, sob a direção de Rogério Gomes, Pedro Vasconcelos, André Felipe Binder, Fábio Strazzer e Roberta Richard, Escrito nas Estrelas foi uma telenovela das 18 horas, exibida em substituição à Cama de Gato,a partir de 12 de Abril de 2010, com 143 capítulos, encerrando-se em 24 de Setembro do mesmo ano, substituída por Araguaia. Hoje, a trama com temática espírita de Elizabeth Jhin, completa oito anos de seu último capítulo.


A história traz um homem em busca da mulher ideal para gerar uma criança a partir do sêmen congelado de seu filho morto, além das implicações disso na esfera espiritual. Pai, filho e a jovem escolhida para se submeter à inseminação artificial têm uma forte ligação, relacionada a vidas passadas. A novela é ambientada no Rio de Janeiro.


O conceituado médico Ricardo Aguillar (Humberto Martins), viúvo há dez anos, é dono de uma clínica de fertilização e tem adoração pelo …

Há 23 Anos Estreava a Minissérie DECADÊNCIA #70

Imagem
Exibida a partir de 5 de Setembro de 1995, em 12 capítulos, Decadência foi uma minissérie escrita por Dias Gomes, com direção de Roberto Farias, Ignácio Coqueiro e Carlos Manga.

Decadência era a história do declínio de uma poderosa e conservadora família carioca, os Tavares Branco, no período que vai de 1984 a 1992. Passando pela morte de Tancredo Neves à eleição e o impeachment de Fernando Collor, os Tavares Branco vão falindo e deixando transparecer seus problemas familiares e financeiros.

A narrativa acompanhava a trajetória de Mariel (Edson Celulari), órfão criado na mansão do jurista Tavares Branco (Rubens Corrêa), sob os cuidados da empregada Jandira (Zezé Polessa) e em meio à indiferença dos netos do dono.


Já adulto, torna-se motorista da família e objeto do desejo doentio de Jandira. Jandira inicia Mariel sexualmente ainda na adolescência. Mas ele se envolve com Carla (Adriana Esteves), neta mais nova de Tavares, o que desperta o ciúme da empregada. Por conta das intrigas de J…

Um Ano Sem Rogéria: Relembre as Novelas Que Ela Participou #69

Imagem
Nascido em Cantagalo, no interior do Rio de Janeiro, em 25 de maio de 1943, Astolfo Barroso Pinto, virou transformista na adolescência e assumiu uma carreira de maquiador. Ao vencer um concurso de fantasias, no carnaval de 1964, tentaram renomeá-lo de Astolfo para Rogério, o que levou o público a gritos de "Rogéria", inspirando assim seu nome artístico definitivo.

Foi trabalhar como maquiadora na TV Rio, onde despertou para a carreira artística, atuando no cinema brasileiro e participando como jurada em vários programas de auditório como Cassino do Chacrinha.

Presença marcante na TV como entrevistada ou atriz, Rogéria foi uma precursora em se tratando de representação LGBT na telinha, e entre suas inúmeras participações também deixou seu brilho em nossas novelas. Para exaltar a memória da inesquecível artista que partiu há exatamente um ano, em 4 de setembro de 2017, aos 74 anos, o Lembra de Mim, recorda hoje as passagens da ofuscante Rogéria nas novelas.

Sua grande estreia…